Marlos Nobre Cadeira n° 1
Fundador Heitor Villa-Lobos
     
1° Sucessor Acadêmico atual
Nasceu em Recife, Pernambuco, em 18 de fevereiro de 1939. Estudou piano e teoria musical no Conservatório Pernambucano de Música, entre 1948 e 1959, harmonia e contraponto com o Pe. Jaime Diniz, de 1956 a 1959 e composição com H. J. Koellreutter e Camargo Guarnieri, entre 1960 e 1962. Nos dois anos seguintes, com uma bolsa da Fundação Rockefeller, realizou estudos avançados de composição no Centro Latino-americano de Altos Estúdios Musicales do Instituto Torcuato Di Tella, em Buenos Aires, com Alberto Ginastera, Olivier Messiaen, Riccardo Malipiero, Aaron Copland e Luigi Dallapiccola. Estudou ainda com Alexandre Goehr e Günther Schüller, no Berkshire Music Center, em Tanglewood, EUA, em 1969, onde trabalhou com Leonard Bernstein. No mesmo ano estudou no Centro de Música Eletrônica de Columbia-Princeton, em New York, com Wladimir Ussachevsky. 

Foi premiado em diversos concursos de composição promovidos por instituições como a Rádio Ministério da Educação e Cultura do Rio de Janeiro (1960 e 1962); Broadcasting Music Inc. Award, New York (1961); Academia Brasileira de Música (1963); Escola de Música da UFRJ (1963); Instituto Torcuato Di Tella (1963) e UNESCO (1974).

Recebeu encomendas de obras de instituições nacionais e internacionais como a Companhia Brasileira de Ballet do Rio de Janeiro, Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra de Câmera de Neuchâtel; Ensemble Ictus; Serviço de Radiodifusão Educativa do Brasil; Radio Suisse Romande; Sala Cecília Meireles; Ministério da Cultura e Fundación Albeniz da Espanha; Instituto Goethe de Munique, Fundação Apollon de Bremen, Fundação Carlos Gomes do Pará; Festival Internacional de Campos do Jordão e a Michigan University.

Participou como compositor de inúmeros eventos internacionais com destaque para as Bienais de Paris; os festivais da Sociedade Internacional de Música Contemporânea; do Festival Interamericano de Música de Washington, EUA, e da Tribuna de Compositores da UNESCO.

Na Alemanha foi compositor-residente em Baden-Baden (Brahms-Haus) e em Berlin, como convidado do DAAD (Deutscher Akademischer Austauschdfienst), entre 1980 e 1983, assim como da Guggenheim Fellowship, em Nova Iorque (1985).
Foi professor-visitante da Universidade de Indiana (1981), da Yale University (1992) e das Universidades de Arizona e Oklahoma, em 1997. Foi compositor convidado das Universidades de Georgia, Athens, 1999 e da Texas Christian University, TCU, Texas, 1999.

Foi diretor musical da Radio MEC, da Orquestra Sinfônica Nacional e dos Concertos para a Juventude, da Rede GLOBO de Televisão, entre 1971 a 1976. Foi o primeiro diretor do Instituto Nacional de Música da FUNARTE (1976 a 1979) e presidente da Academia Brasileira de Música de 1985 a 1993.

Dentre as condecorações que recebeu se destacam: a Medalha de Ouro de Mérito Cultural de Pernambuco (1978); Grande Oficial da Ordem do Mérito de Brasília (1988); Oficial da Ordem do Rio Branco do Itamaraty (1989); Oficial da Ordre des Arts et des Lettres da França; Medalha de Ouro de Mérito da Fundação Joaquim Nabuco de Pernambuco e o Troféu Cultural da Cidade de Recife, 2004.

Em 2010 recebeu da Universidade Federal de Pernambuco o título de Doutor Honoris Causa.

Sua obra é editada e gravada no Brasil e no exterior e está presente em mais de 140 CDs publicados por diferentes selos fonográficos.

É o atual regente titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica do Recife/PE.

E-mail: marlosnobre@uol.com.br
Portal: www.marlosnobre.sites.uol.com.br
 
Rua da Lapa, 120/12º andar - Lapa - 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ / Brasil
Telefones (55) (21) 2292-5845 / 2221-0277 / 2242-6693
Copyright 2015 - Academia Brasileira de Música - www.abmusica.com.br - Todos os Direitos Reservados